Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://carros.uol.com.br/motos/album/mobile/2015/05/25/confira-15-motos-de-entrada.htm
  • totalImagens: 15
  • fotoInicial: 14
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20150525213428
Fotos

1) Honda Pop 100: R$ 4.637 -- motocicleta de entrada da marca, tem quase dez anos de mercado e proposta de ser a primeira moto de muitos, justamente pela simplicidade e pelo preço; por conta disso, se transformou no novo "burro de carga" em muitos pontos do país; econômica, tem baixo custo de manutenção e consome pouco combustível. Tem câmbio rotativo, mas com manete de embreagem. Divulgação Mais

2) Dafra Kansas 150: R$ 6.890 -- para mudar de estilo, sua opção pode ser uma custom e essa é uma das escolhas: o estilo alusivo às estradeiras mais caras inclui um bagageiro na rabeta que pode receber "sissy bar", rodas de liga leve e diversos itens cromados; na motorização, nada diferente de modelos street e trail -- um monocilíndrico de 149,4 cm³ e 12 cv de potência, com torque máximo de 1,2 kgfm; o destaque é o o baixo peso (114 kg a seco) e tanque de 11,6 litros. Doni Castilho/Infomoto Mais

3) Suzuki Intruder 125 ED: R$ 6.990 -- é outra custom de baixa cilindrada do mercado nacional e privilegia o estilo e o conforto em detrimento ao desempenho; assento largo e confortável, bagageiro e espelhos cromados, painel completo com conta-giros e indicador de marcha, rodas de liga-leve e freio a disco de série na dianteira são os trunfos; o motor monociclíndrico de 125 cm³, carburado, é capaz de gerar 11 cv e torque máximo de 0,98 kgfm. Doni Castilho/Infomoto Mais

4) Dafra Riva 150: R$ 6.990 -- o destaque é o visual mais esportivo, pouco comum na categoria e fruto da parceria da Dafra com a chinesa Haojue, que também faz os modelos de baixa cilindrada da Suzuki; o motor é um monocilíndrico de 149,4 cm³ de 12,1 cv e torque de 1,11 kgfm; o tanque de combustível de 13,3 litros a coloca no mesmo patamar de rivais. Infomoto Mais

5) Yamaha Factor YBR 125 K1: R$ 6.430 -- é leve (117 kg em ordem de marcha) e peso menos que outras motos da linha até no bolso -- opção de entrada da marca, está logo abaixo das versões E, com partida elétrica, e ED, que inclui ainda o freio a disco dianteiro e pintura mais refinada; o motor é um monocilíndrico de 123,7 cm³, 10,2 cv de potência máxima e torque de 1,0 kgfm. Infomoto Mais

6) Honda Biz 125 ES: R$ 7.050 -- apear de baseada em receita antiga, com embreagem centrífuga que dispensa o manete para ser acionada (criada há mais de 50 anos pela Honda), proporciona diversas comodidades ao piloto a começar pela facilidade de pilotagem, já que não precisa controlar a embreagem nas saídas e trocas de marcha; essa versão tem motor flex de 124,9 cm³, potência máxima de 9,1 cv e torque de 1,01 kgfm, com ambos os combustíveis; ela mantém a economia da linha Biz e roda cerca de 42 km/l (etanol) e 50 km/l (gasolina) em trechos urbanos. Infomoto Mais

7) Suzuki GSR 150i: de R$ 7.150 por R$ 5.690 (promocional) -- fabricada na China e montada em Manaus (PIM) pela J.Toledo Suzuki Motos, traz novo motor de 150 cm³ com injeção eletrônica de combustível; é opção também para os fins de semana em função de detalhes como suspensão traseira com reservatório a gás, suporte do bagageiro em alumínio e tampa do cabeçote cromada; o motor tem 12 cv de potência máxima e o câmbio de seis marchas é único entre as 150cc ? isso melhora o consumo e desempenho na estrada. Há ainda o preço promocional por tempo limitado. Infomoto Mais

8) Honda CG 150 Titan ESD: R$ 8.113 -- além de ser a motocicleta mais vendida da categoria, ela agora é a única que conta com o sistema de freios combinados entre as motos de 150 cc; a tecnologia promete ajudar especialmente usuários sem muita experiência de pilotagem; o motor é o mesmo da Fan, monocilíndrico de 149,2 cm³ e 14,3 cv de potência máxima. Doni Castilho/Infomoto Mais

9) Yamaha Fazer YS 150 ED: R$ 8.690 -- a Yamaha foi obrigada a se mexer em 2013 e o fez com uma moto totalmente nova com apelo esportivo para atrair um público mais jovem; o motor também é novo: 149 cm³, flex, com 12,2 cv e 1,28 kgfm de torque. São duas versões, ED e SED, com diferença de estilo, já que a topo de linha oferece cavalete central, lentes brancas nos piscas, capa antiderrapante no banco, molas com pintura na cor vermelha, grafismos diferenciados e cores exclusivas. Infomoto Mais

10) Yamaha XTZ 125 X: R$ 8.960 -- orientada para o asfalto, dispensa trechos de terra em nome do estilo e da desenvoltura ao unir o melhor de dois mundos: as suspensões de longo curso com pneus street; a pequena motard também traz partida elétrica e freio a disco dianteiro. Infomoto Mais

11) Traxx Fly 250: R$ 8.990 -- a moto de origem chinesa e fabricada em Manaus (AM) traz suspensão invertida na dianteira, freios a disco em ambas as rodas, lanterna e piscas de LED e o lampejador do farol alto; o motor quatro tempos de 223 cc gera 16 cv, baixa potência para a capacidade do motor -- o torque máximo é de 1,7 kgfm. O design lembra muito o da aposentada Honda NXR 150; a adoção do pneu dianteiro de 19 polegadas confere maior agilidade no trânsito urbano. Infomoto Mais

12) Honda PCX: R$ 9.015 -- fácil de pilotar, câmbio automático, espaço de armazenagem sob o banco e baixo consumo de combustível são princípios fundamentais; há ainda o sistema "Idiling Stop", que desliga o motor em paradas mais longas e o religa em uma fração de segundo, quando o piloto volta a acelerar. O motor monocilíndrico de 153 cm³ gera 13,6 cv, sem comprometer a capacidade de carga sob o banco (25 l); rodas de aro 14 trazem maior segurança e confiança na cidade, mas também em estradas vicinais ou até mesmo rodovias. Divulgação Mais

13) Yamaha XTZ Crosser 150: R$ 9.350 -- chegou para abalar o segmento das on/off road de até 150 cc por conta de seu design moderno e agressivo, além do banco largo, para-lama dianteiro no estilo bico de pato e bom acabamento; por ser baixa, agrada bastante aos pilotos iniciantes e ao público feminino. Quadro e suspensões mostram-se bem casados, enquanto o guidão largo e o pneu dianteiro de 19 polegadas completam o conjunto, bem como o painel de fácil leitura e os comandos fáceis de operar. O porém é o freio a tambor na dianteira. Mario Villaescusa/Infomoto Mais

14) Honda NXR 160 Bros ESD: R$ 9.811 -- há buracos na sua rua? Você pega estrada de terra? Curte a natureza? Se você respondeu sim a uma das três perguntas, essa é uma boa opção para você. O para-lama dianteiro elevado e as linhas da carenagem ajudam a encarar a terra; o guidão largo proporciona uma posição relaxada dos braços, enquanto a suspensão macia também ajuda na sensação de conforto. O novo motor flex, de 162,7 cm³, tem 14,7 cv e torque máximo de 1,6 kgfm; conduzida em um ritmo moderado, a 90 km/h na estrada, rodou 46 km/litro de gasolina -- na cidade, média de 35 km/litro. Divulgação Mais

15) Dafra Cityclass 200i: R$ 9.990 -- visual arrojado, rodas grandes (aro 16), assoalho plano, sistema de freios combinados e tomada USB para carregar celular são os destaques; abaixo da carenagem, o monocilíndrico de 199,1 cm³ com refrigeração a ar tem 13,8 cv de potência e torque máximo de 1,4 kgfm; como o câmbio é CVT, é só acelerar, sem necessidade de trocar marchas. A capacidade do tanque é de seis litros de gasolina, com consumo médio de 25 km/l. Mario Villaescusa/Infomoto Mais

Confira as principais características de 15 motos de entrada

Veja mais: CONHEÇA 15 OPÇÕES PARA TER SUA PRIMEIRA MOTO , ROUPA DE FRIO NÃO É EQUIPAMENTO DE SEGURANÇA

Últimos álbuns de Motos

UOL Cursos Online

Todos os cursos