Piaggio MP3 Hybrid inova como veículo, só que longe do Brasil

Roberto Agresti

Roberto Agresti

Colunista do UOL

O Piaggio MP3 é certamente um dos mais curiosos e inovadores veículos da atual produção mundial. Sua característica mais marcante é o fato de ter duas rodas na dianteira, o que em princípio determinaria o óbvio, ser ele um triciclo. Porém, o inovador sistema de suspensão que comanda estas duas rodas na frente, um quadrilátero deformável, faz com que em termos dinâmicos o MP3 -- que de fato compete na categoria dos scooters -- se comporte como um veículo de duas rodas e não de três, já que nas curvas ele se inclina como qualquer bicicleta ou moto.

  • Divulgação

    Três-rodas híbrido: inovação com ''bons modos

Por conta da bitola estreita na dianteira, o MP3 não perde muito em agilidade se comparado a um scooter convencional. Seu condutor mal percebe o par de rodas na dianteira quando pilota, e o maior peso que grava sobre o eixo frontal -- ou eixos, melhor dizendo --, causa apenas um leve prejuízo à maneabilidade, o que obriga a usar algo mais de força especialmente em manobras em baixa velocidade.

Equipado com um interessante dispositivo que bloqueia automaticamente a suspensão dianteira assim que o veículo para, o usuário do MP3 não precisa colocar os pés no chão ao chegar a semáforos, tampouco usar o cavalete quando o estaciona.

No aspecto da segurança, o Piaggio oferece grandes vantagens se comparado a motos ou scooters. Por conta dos dois pontos de contato com o solo na dianteira, em vez de um só, e da sofisticada geometria de suspensão, o MP3 é referência em termos de estabilidade. Capaz de um ângulo de inclinação de até 40º, a precisão, solidez direcional e a capacidade de frenagem muito superior à de scooters convencionais torna sua pilotagem uma experiência confortante. Outra característica positiva é a propriedade de manter sua ótima estabilidade e maneabilidade praticamente inalterada mesmo em condição de piso irregular e escorregadio.

ASSISTA AO VÍDEO DE DIVULGAÇÃO DA PIAGGIO MP3 HYBRID

MOTORIZAÇÃO
Lançado em 2006, as motorizações disponíveis para o MP3 vão de 125 a 500 cc, mas são as interessantíssimas versões Hybrid -- híbrido em inglês -- as que realmente são dignas de nota nesses tempos de busca a alternativas mais "verdes" para a mobilidade.

MOTONOTAS!

+ No Brasil, apenas o MP3 300i a gasolina é comercializado através de importadores independentes, e com preço elevadíssimo: R$ 37.900.
+ A Piaggio, maior produtor europeu de veículos de duas rodas, já teve uma fábrica no Brasil, mais exatamente em Manaus (AM), onde em meados dos anos 1980 produziu seu mais conhecido produto, a Vespa. Parceira desta empreitada, a Caloi. O negócio terminou de modo traumático, com fortes incompreensões entre os sócios.
+ Índia, China e Vietnã são países onde o Grupo Piaggio estabeleceu estruturas industriais recentemente. Tais fábricas abastecem tanto o mercado interno destes países como produzem, componentes, motores e também produtos acabados comercializados inclusive na Europa. O Brasil, por ora, continua "fora do mapa" do grupo italiano.
+ Na França, o MP3 é sucesso. É de longe o país europeu onde o scooter da Piaggio teve maior aceitação e mesmo em tempos de crise, o três rodas da Piaggio fechou o ano de 2011 com cerca de 12 mil unidades vendidas. Estima-se que no total, desde o lançamento em 2006, mais de cem mil unidades desse scooter foram produzidas.
+ Marcasfamosas compõe o portfolio do Grupo Piaggio: Aprilia, Derbi, Gilera e Moto Guzzi snao algumas delas, porém nenhuma é capaz de superar a Vespa em notoriedade.

A fórmula do Piaggio MP3 Hybrid não foge ao esquema que fez sucesso na indústria automobilística através, principalmente, dos carros japoneses Honda Insight e Toyota Prius. Basicamente, consiste em usar um motor térmico convencional e outro elétrico, explorando a sinergia entre estas diferentes matrizes de energia propulsora de acordo com a condição de uso.

Dotado de um moderno motor quatro tempos a gasolina de baixas emissões, o MP3 Hybrid existe em versão de 125 e 300 cc. Nesta última, o motor convencional gera 22 cavalos e o elétrico, situado onde seria o cubo da roda traseira, 3,5 cv de potência. Valendo-se de uma transmissão automática tipo CVT, o MP3 Hybrid oferece quatro modos de uso que fazem atuar os dois motores de maneiras diversas.

No modo denominado "power", selecionável através de tecla no guidão, os motores funcionam em conjunto. O elétrico -- em virtude das características específicas de torque deste tipo de motor -- favorece vencer a inércia no momento da arrancada e, conforme a velocidade sobe, cabe ao motor térmico a maior parcela na distribuição da força à roda. Numa hipotética arrancada, o MP3 Hybrid pula na frente do sei irmão de motor a gasolina, mesmo com o Hybrid pesando 30 kg a mais por culpa das baterias de ion-lítio, abrigadas no grande vão sob o banco, onde no MP3 normal cabem dois capacetes.

Já no modo "charge", o motor elétrico não atua e o térmico destina parcela de sua potência à recarregar as baterias quando em velocidade estabilizada. No terceiro dos modos, o MP3 Hybrid usa apenas o motor elétrico, com velocidade máxima limitada a 35 km/h e autonomia de 30 km, ideal para pequenos trajetos em centros urbanos, especialmente nas cidades europeias onde é comum a restrição de circulação de veículos com motor a explosão.

O quarto e último modo é o "reverse", ou marcha a ré, importante em um veículo de mais de 250 kg de peso a seco. Neste modo a suspensão dianteira fica bloqueada, impedindo inclinação lateral, e a velocidade é limitada a 3 km/h.

O MP3 300 Hybrid custa, na Itália, 7.990 euros (pouco mais de R$ 20 mil), dois mil euros mais que seu equivalente a gasolina. O consumo anunciado pelo fabricante é de 60 km/l observando um padrão de uso 2/3 hibrido, 1/3 elétrico. As emissões de CO2 anunciadas para este mesmo padrão são de 40g/km.

Roberto Agresti

Roberto Agresti é editor da Revista da Moto! desde 1994. Sua estreia na imprensa automotiva foi em 1984, com passagens pelas revistas Motoshow (atual Motor Show) e Motor 3. Colabora com avaliações de carros no site Best Cars desde 2007, mas sua especialidade e paixão são as motocicletas. A coluna Moto! é publicada às sextas-feiras só em UOL Carros. agresti@revistadamoto.com.br

UOL Cursos Online

Todos os cursos